Diario

RSS
  • Demais!

    Ott 24 2010, 3:58

    Sábado 23 Out – The Cranberries
    Eu fui com um pouquinho de receio que ela fosse antipática ou coisa do tipo. Mas que nada. Dolores foi um amor de pessoa, simpaticíssima, de uma loucura admirável. Cantou a música que o fã-clube pediu, Put Me Down, agradeceu o tempo todo, conversou bastante, recebeu os presentes, balançou a bandeira do Brasil. Morriii de inveja quando uma garota conseguiu segurar a mão dela e dizer, várias vezes, "I love you, Dolores, I love you".
    Uma artista sensacional, deslumbrante.
    E que gás era aquele do baterista Fergal Patrick?! E do Noel, e do Mike Hogan? Era quase de se pegar fogo. Salvation,Zombie e Promises foram o ápice. Todo mundo cantou, todo mundo pulou. Eu cantei e pulei o tanto que meu corpo aguentou.
    E só de estar tão perto, noooossa. Enfim, só tem coisas boas a se falar.
    Valeu tudo o que passei para estar lá. Valeu o dinheiro, valeu o aperto, valeu o calor, valeram as dificuldades. Espero que a banda tenha sentido todo esse carinho, e pensem em voltar. Eu iria quantas vezes eles viessem, chegando cada vez mais cedo pra ficar na grade :D

    Um grande show, grandes artistas.
  • Resultado

    Gen 14 2009, 21:10

    Ahááá, depois de um ano de muita nóia, muitas apostilas, tc's, estresses e tal, finalmente veio a recompensa: passei no vestilbular! E o melhor, pra FEDERAL! Ah, é uma sensação de dever cumprido sem igual! Daqui pra frente, não tenho a menor idéia de como vai ser, mas tô pronta pro que der e vier.
    Mas no meio de toda a felicidade, existem algumas nuvens. Bem grandes, até. Ver aqueles amigos que ralaram tanto quanto você não serem recompensados pelo esforço. Fiquei TÃO triste por causa desses amigos, que merecem uma vaga tanto quanto eu, não terem conseguido a tão sonhada aprovação. Só o que posso fazer é desejar muita força para aqueles que vão tentar de novo esse ano, e boa sorte àqueles que vão para outras faculdades.
    A todos os aprovados, em universidades públicas ou particulares, PARABÉNS! Vamos agora à luta mesmo. Para o mundo real, duro e frio como ele é. O diferencial vai partir de cada um de nós.

    - Y. Lara
  • Penso, logo existo.

    Set 10 2008, 0:45

    Depois de uma tarde de leituras profundas e fluxos de consciência, a garota sentia-se cansada, mas, ao mesmo tempo, sentia em sua alma o significado de sua existência. A partir de agora não vivo, existo, ela pensou. Mas é assim? Só porque lera há pouco sobre o assunto, poderia ela considerar-se existente?
    Teve a mesma dúvida. Deitou-se na cama perfeitamente arrumada e, em um profundo silêncio, tentou ouvir os batimentos do seu coração. Agora ela podia notar sua lenta respiração e sentir suas pálpebras tentarem ficar juntas, sem que ela permitisse, História da minha vida, pensou.
    Quase adormecendo, sentiu, levemente, finalmente, uma batida de seu coração. Concentrou-se e ainda não podia ouví-los, os batimentos, mas podia sentí-los. Lembrou momentos simples, como o convívio com a mãe, de quem nunca ouviu "eu te amo", mas podia sentí-lo em cada olhar, em cada abraço, em cada suspiro.
    Entre o sono e a consciência, quando ela quase conseguiu existir realmente, o silêncio foi quebrado pelo som do celular. Era a sociedade a chamando de volta.




    - Y. Lara
  • Vida de vestibulando

    Apr 27 2008, 21:10

    Então, vou comentar um pouquinho sobre esse mundo chato, louco, estressante e um não sei o quê de bom.

    Acabo de entrar nessa vida e posso dizer que a primeira impressão foi, ahm, no mínimo, traumatizante. Todos aqueles milhões de professores de milhões de subdivisões de matérias pressionando e dizendo a mesma coisa: "É, galera, esse não é um ano de brincadeira, se vocês quiserem entrar em uma universidade, principalmente numa federal ou estadual, vocês vão ter que ralar muuuito!"

    Aí depois vem outro susto, a apostila. E então piora, a gente descobre que são várias que vamos receber. Além de todos os exercícios extras, aulas de específica, relação de livros paradidáticos, redações, blablabla. Por mais que você tente colocar a matéria em dia, é IMPOSSÍVEL. Não tem como não atrasar. E se não correr atrás, vira uma bola de neve e você não vai conseguir recuperar as matérias depois.

    Por exemplo, eu tenho prova amanhã, das minhas específicas no modelo da UFC. E eu estou aqui agora porque ja passei todo o final de semana estudando e não estou aguentando mais. >.<
    Aí, olha que luxo presenteei a mim mesma, escrever livremente, despreocupada com as regras gramaticais, usando oralidades e ainda coloco carinhas. \,,/, Se ninguém ler, pouco me importa, quero é me desestressar. ah* Ou 'desopilar', como falam alguns, hoho.

    É tão chato, nenhum dia da sua vida durante esse ano você não vai ouvir ou pensar naquela palavra: vestibular.

    Outra coisa que eu não suporto é que nós temos que decidir hoje (no meu caso, aos 17), o que faremos o resto das nossas vidas! _o_
    Se você sabe o que quer ser desde que nasceu, que bom pra você, mas eu não tenho a menor idéia! Por eliminação escolhi a área de Humanas, porque odeio qualquer tipo de cálculo. Mesmo assim, nenhum curso me atraiu o bastante pra eu dizer: "Puts, é isso que eu quero fazer na minha vida!", até porque eu não quero passar o resto da minha vida fazendo uma coisa só!

    Estava em dúvida entre Direito e Jornalismo, porque Direito dá pra fazer aqueles concursos e ganhar muita grana. (Y) Mas depois de muitas pessoas me orientarem (amigos são essenciais nessas horas, aliás, em que hora amigos não são essenciais?), percebi que não ia aguentar nem um semestre nesse curso, é suuuper chato. u.u
    Nem acho que vida de jornalista é muito boa não, mas eu tenho quase certeza que vou pagar pra ver. Quer dizer, quero pagar só a inscrição, huahua.

    E então a gente descobre (eu, pelo menos, descobri) que mesmo que seja chato estudar tanto e tal, nós nos sentimos bem de alguma forma. Quando você termina de estudar aquela matéria que tava atrasada, ou deixou de ir pra praia pra escrever a redação que tem que entregar no dia seguinte, ou quando confere o gabarito do simulado e vê que melhorou sua nota, é tão bom! "Poxa, ta dando certo, houve progresso. Estou trabalhando e construindo o meu futuro!"

    Tenho impressão que este ano será ótimo! Bastante intenso, altas emoções, estresses, loucuras, felicidade e principalmente, muitos amigos! Para ser perfeito, é só estar lá no final do ano o nosso nome na lista dos aprovados.

    Boa sorte a todos os vestibulandos!


    - Y. Lara
  • O primeiro! \o/

    Apr 27 2008, 0:52

    Bom, é só pra começar, então não há muito o que falar.
    Achei ótimo ter um blog aqui, uno o útil ao agradável, já que estou inclinada a fazer jornalismo, e a prática é estritamente necessária!
    Ainda vou pensar o que é que eu vou ficar postando por aqui, mas o que quer que seja será atualizado apenas nos fins de semana e olhe lá, que é quando vestibulando tem tempo. u.u
    Hmmmm, até já me veio uma idéia, HUAHUAHUA.
    Se der tempo, amanhã eu faço. ;)

    Estréia sempre é uma desgraça. -.-


    - Y. Lara