À meia luz o som de Johnny Rivers

RSS
Condividi

Mag 10 2010, 18:42

Sexta 7 Mai – Johnny Rivers

Eu tinha um certo bode do Johnny Rivers em virtude dos "yeah yeah yeahs" que ele canta ao final de sua versão de "You've lost that lovin' feeling", a melhor música de todos os tempos segundo eu mesmo. Entretanto, superar bodes é um sinal de amadurecimento e evolução, e este bode foi devidamente enterrado. Quem ouve Neil Diamond, Cat Stevens e B.J. Thomas não pode deixar o velho Johnny para trás.

No alto de seus 67 anos bem conservados, Rivers apresentou-se na última sexta em São Paulo para um público de tiozões de espírito jovem, ou jovens de espírito tiozão, no sempre agradável HSBC Brasil, talvez a casa de shows com o melhor som de São Paulo.

Mesmo tendo em vista a faixa etária presente, o formato de "show sentado", sem pista, com mesas que fazem você ter que ver o show de lado, não me agrada. Mesmo que você tenha uma certa idade (e 8 operações e sinta dores, igual o pobre Ronaldo), você vai querer dar uma remexida no esqueleto ao som de clássicos do rockabilly, do soul e do blues tocados por Johnny e sua banda. Johnny Rivers e seu repertório de regravações já têm um climão de churrascaria, as mesas e o público limitado a bater palminhas colaboram para denegrir a imagem do ícone.

Para meu desgosto, não tivemos "You've lost that lovin' feeling". Mas tivemos "Memphis", "Maybellene", "Secret Agent Man", "Poor Side of Town" e os dois melhores momentos da noite: "Baby I need your lovin'" (sucesso da Motown na voz dos Four Tops), com direito a um coro lindo do público presente, e o big hit "Do You Wanna Dance?". Com a pista aberta e uma participação especial do Roupa Nova, teríamos ali o show do ano.

Johnny Rivers é daqueles artistas que tocam em colônia de férias, vem todo ano pro Brasil (assim como o Chuck Berry, que também vai tocar no HSBC um dia desses), seu show parece churrascaria e baile de formatura, mas é como The Beach Boys de 2009 ou o Jerry Lee Lewis de 2008: você perdoa os defeitos da noite e agradece por ainda ter gente desse tipo viva e tocando pra você.

Commenti

Aggiungi un commento. Accedi a Last.fm o registrati (è gratuito).